Sete bilhões de dólares por ano é o prejuízo que o pecuarista brasileiro sofre quando o assunto é verminose. Para se ter uma ideia do estrago é como se cada animal deixasse de produzir, em média, 40 kg de carne. “A verminose, dentre todas as doenças parasitárias, é a que causa maior impacto. Pior, trata-se de um inimigo oculto, já que o problema é silencioso”, diz Fernando Borges, professor de doenças parasitárias da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS).

De acordo com ele, há uma categoria de bovinos de corte que vem sendo negligenciada. “Não é usual que um bezerro, em pré-desmame, seja manejado para este tipo de problema. No entanto, estudos recentes têm mostrado que o índice de verminose nesta fase da vida do animal é mais alto comparado ao pós-desmame e à fase adulta”, explica. “O que mostra que o protocolo de vermifugação precisa ser revisto”, completa Borges.

O professor fala ainda sobre outro estudo desenvolvido pela UFMS em parceria com a Zoetis, que mostrou que o grupo de bezerros tratados com moxidectina desmamaram com 9,4 kg a mais que o grupo não tratado. “Este foi o resultado que obtivemos no estudo com 202 bezerros, entre três e cinco meses de idade. Além do ganho de peso adicional, observamos que 56% dos bezerros tratados desmamaram com índice de verminose zero”, informa. A pesquisa completa será apresentada em julho no WAAVP (World Association for the Advancement of Veterinary Parasitology), em Madison, Estados Unidos.

O especialista ressalta ainda questões ligadas à saúde e ao bem-estar animal com a adoção deste manejo. “O momento da desmama é muito estressante para o bezerro, porque será afastado da mãe. Então, sua imunidade cai e acaba por ficar suscetível a outras doenças. Por isso, a importância desta intervenção”, diz.

Onyx

Eficaz para o tratamento dos parasitas internos e externos de bovinos, Onyx proporciona proteção contra futuras infecções parasitárias em até 150 dias após o tratamento. “Uma pequena dose do medicamento assegura controle efetivo dos principais parasitas, tanto na forma adulta quanto imatura”, explica o médico-veterinário Pablo Paiva, gerente de produtos da Unidade de Negócios de bovinos da Zoetis.

“No estudo que conduzimos com a UFMS, em dez fazendas de diferentes regiões do País, comprovamos a eficácia de Onyx no tratamento a verminoses. Com ele, os animais obtiveram, em média, um aumento de 4,8 kg em relação aos que não foram submetidos ao tratamento”, diz Elio Moro, médico-veterinário e gerente técnico de bovinos da Zoetis.

Sobre a Zoetis

Zoetis é uma companhia global líder em saúde animal, dedicada aos clientes e seus respectivos negócios. Com um legado de mais de 60 anos de história, a Zoetis descobre, desenvolve, fabrica e comercializa vacinas e medicamentos veterinários, complementados por linhas de produtos para diagnósticos, testes genéticos e diversos serviços. A Zoetis trabalha continuamente com veterinários, produtores e pessoas que criam e cuidam de animais de produção e de companhia em mais de 100 países, com cerca de 9 mil funcionários. Em 2018, obteve faturamento de US$ 5,8 bilhões de dólares. Para outras informações, acessewww.zoetis.com.br

 

Redação cuiabahoje/ Foto; Reprodução

Fonte: Assessoria imprensa: