Os eleitores do município de Santo Antônio do Leste estão convocados para participarem da revisão do eleitorado com cadastramento biométrico realizado pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT). A ‘revisão biométrica’ teve início nesta quarta-feira (09.10) e será realizada na Câmara dos Vereadores, de segunda a sexta-feira, das 08 horas às 17 horas.  Todos os eleitores estão convocados e quem não comparecer terá o título eleitoral cancelado.

“Nós já concedemos entrevista na rádio local, sendo que vários spots estão sendo veiculados alertando a população para atender ao chamado da Justiça Eleitoral. Fixamos faixas nos principais pontos, distribuímos panfletos e cartazes no comércio local, e na próxima semana um carro de som irá circular pelos bairros chamando os eleitores. Estamos fazendo este esforço para que ninguém deixe para última hora e tenha toda a tranquilidade para ser atendido”, destacou o chefe de cartório, Rodrigo Filippini.

Ele explicou que no dia 28 de outubro será específico para o atendimento dos indígenas. “Vamos fornecer o transporte para a aldeia Xavante, para que eles possam fazer o cadastro biométrico. Estamos organizando junto com os administradores de fazenda o agendamento do atendimento dos funcionários, para que seja feito de forma agilizada e facilitada, considerando que boa parte da população trabalha em regiões muitas vezes de difícil acesso”.

O município de Santo Antônio do Leste possui atualmente 2,3 mil eleitores. Para fazer a biometria é necessário levar um documento de identidade oficial (RG, Carteira de Trabalho, Carteira profissional, CNH e outros definidos em lei), comprovante de endereço e, caso tenham, CPF e título de eleitor. No caso de emissão do primeiro título eleitoral para homens com mais de 18 anos, é necessário também apresentar comprovante de quitação militar.

A revisão do eleitorado no município será encerrada no dia 14 de novembro. Foram disponibilizados 4 kits biométricos para o cadastro da população. Quem não comparecer terá o título eleitoral cancelado e não poderá se inscrever em concurso ou prova para cargo ou função pública, investir-se ou empossar-se neles; obter passaporte ou carteira de identidade; renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo; e participar de concorrência pública ou administrativa da União, dos estados, dos territórios, do Distrito Federal ou dos municípios, ou das respectivas autarquias.

Atualmente, cerca de 1,7 milhão de eleitores do Estado já efetuaram o cadastro biométrico, o que representa 80% do eleitorado.

 

Por Daniel Dino