Para ajudar o Brasil no combate às arboviroses, que são as doenças causadas pelo mosquito Aedes aegypti como a dengue, chikungunya e zika, a marca SBP, que há mais de 40 anos protege as famílias brasileiras contra os insetos, criou o movimento ‘Juntos Contra o Mosquito’. Em parceira com a Cruz Vermelha Brasileira, o município de Cuiabá, no Mato Grosso, é uma das sete cidades no país que receberá o projeto entre abril e junho de 2019.

“A incidência de mosquitos na região está alta e mais do que nunca é importante que a população se mobilize para combatê-los. Com o projeto ‘Juntos Contra o Mosquito’ queremos mostrar que com medidas simples de prevenção, conscientização e o envolvimento de toda a população, podemos evitar a proliferação destas doenças que todos os anos causam sérios danos a tantas cidades do Brasil”, explica Loic Lelann, Head de Marketing de SBP. No ano passado, o programa foi aplicado em três cidades, com resultados bastante positivos na proteção contra o mosquito Aedes aegypti.

Com apoio da rede de voluntários da Cruz Vermelha Brasileira, o programa é levado de porta em porta para cada família, alertando sobre o problema e ensinando formas de prevenção. “A parceria com SBP nos ajudou a aprimorar e multiplicar a expertise que já usávamos para os cuidados necessários contra as arboviroses. Estamos muito felizes em participar desde o começo desta iniciativa e poder leva-la para algumas das áreas mais necessitadas do país”, comenta Julio Cals, Presidente Nacional da Cruz Vermelha Brasileira.
Só em 2019, foram registrados mais de 451¹ mil casos prováveis de dengue, chikungunya e Zika no Brasil, segundo o Monitoramento dos Casos de Arboviroses Urbanas transmitidas pelo Aedes, divulgado em abril deste ano pelo Ministério da Saúde. Ainda de acordo com o primeiro Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa), 994 municípios brasileiros, entre eles Cuiabá², apresentaram alto índice de infestação, com risco de surto para as arboviroses.

Juntos Contra o Mosquito em Cuiabá

Para conscientizar a população, o movimento Juntos Contra o Mosquito estará no município de Cuiabá (MT) atuando em quatro importantes frentes: cadastramento das famílias que serão ajudadas, limpeza e cuidado dos possíveis focos, promoção de ações de educação de adultos e crianças sobre as doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti, e a doação de produtos SBP para garantir uma proteção completa: dentro e fora de casa. O kit é composto pelo SBP Aerossol³, para eliminar os insetos dentro de casa, SBP Repelente Elétrico Líquido4, para manter os mosquitos afastados e o SBP Repelente Corporal5, que deve ser aplicado no corpo para realização de atividades em locais externos.

Além das soluções, a população receberá um material educativo que auxiliará no combate efetivo e na prevenção do Aedes aegypti. O material serve como base para a realização dos mutirões de limpeza que envolverão a população de cada localidade para identificar e combater os possíveis focos do mosquito eliminando assim o agente causador das arboviroses. A rede de voluntários da Cruz Vermelha Brasileira também realizará em algumas escolas ações sociais para crianças e adultos se engajarem no movimento por meio de brincadeiras e atividades lúdicas que ensinam formas de proteção e prevenção
Metodologia Juntos Contra o Mosquito

A metodologia do projeto foi desenvolvida em parceria com a London School of Hygiene and Tropical Medicine, reconhecida internacionalmente por sua excelência em pesquisas sobre doenças tropicais, levando às comunidades um programa educacional para combater e prevenir a formação de focos do mosquito. As atividades acontecem com o apoio da Cruz Vermelha Brasileira e combina atividades educacionais, doação de produtos e realização de mutirões de limpeza. O foco principal é reduzir a reprodução e, consequentemente, a proliferação do mosquito Aedes aegypti, que transmite a dengue, chikungunya, febre amarela e Zika, além do uso de repelentes e inseticidas que aumentam o fator de proteção. Com Informações Assessoria Imprensa.