O IPCA-15 teve um avanço de 0,54% no mês de março. O índice é considerado a prévia da inflação oficial do país e foi divulgado nesta terça-feira (26) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O resultado é a maior marca para o período desde 2015, quando foi registrado um salto de 1,24%. A variação de março também ficou acima da registrada em fevereiro, quando a taxa cresceu 0,34%. Para entender melhor, o IPCA é o índice que mostra a variação do custo médio da vida da população brasileira. Por isso, quando um produto fica mais caro, a inflação também sobre.

Nesse sentido, entre os pontos destacados pelo IBGE como responsáveis para o aumento de março, estão os grupos de alimentação e transportes. De acordo com a publicação, os alimentos tiveram um aumento de 1,28%, causados principalmente pelo aumento nos preços do feijão-carioca. Já na categoria transportes, o crescimento foi de 0,59%, impulsionado principalmente pelas altas nas passagens aéreas e no etanol. Já as categorias de Artigos de Residência e Comunicação foram as que tiveram queda em suas taxas. Nos últimos 12 meses, o IPCA-15 registra um aumento de 4,18%. O acumulado de 2019 está em 1,18% enquanto que, em março do ano passado, a taxa era de 0,10%.

 

Por; Raphael Costa

Agência Rádio