Com uma formação alternativa armada pelo técnico Mano Menezes, o Palmeiras teve trabalho para ganhar do Vasco por 2 a 1 na noite desta quarta-feira, em São Januário. Assim, o time alviverde, segundo colocado do Campeonato Brasileiro, pressiona o líder Flamengo.

Com mais sete jogos por disputar, o Palmeiras chega aos 66 pontos. O Flamengo, líder com 71, disputa o clássico contra o ameaçado Botafogo às 20 horas (de Brasília) desta quinta-feira, no Engenhão. Já o Vasco permanece com 39 pontos e figura no 12º posto.

Pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras volta a campo para encarar o arquirrival Corinthians às 19 horas deste sábado, no Estádio do Pacaembu. O Vasco, por sua vez, tem como próximo adversário o ameaçado CSA às 19 horas de domingo, no Rei Pelé.

Luiz Adriano marcou o gol da vitória palmeirense.
Luiz Adriano marcou o gol da vitória palmeirense.
Foto: Celso Pupo / Foto Arena / Estadão

O Jogo

O Palmeiras conseguiu inaugurar o marcador logo aos 11 minutos do primeiro tempo. Em jogada iniciada por Fernando Prass, o time alviverde fez uma transição rápida e Matheus Fernandes deixou Lucas Lima na cara de Fernando Miguel. O meia tentou duas vezes e, com o gol vazio, finalizou de pé direito.

O Vasco chegou ao empate aos 18 minutos da etapa inicial. Rossi recebeu de Pikachu pela direita e cruzou rasteiro. Na tentativa de afastar o perigo, em um lance horroroso, Mayke jogou contra o gol defendido por Fernando Prass e acabou fazendo gol contra.

Em um primeiro tempo marcado por erros dos dois lados, o Vasco quase virou. Em um vacilo na saída de bola, o zagueiro Luan foi desarmado por Guarin. Livre, o colombiano avançou com a bola dominada, mas parou na saída do veterano goleiro Fernando Prass.

O Palmeiras voltou para o segundo tempo com o centroavante Luiz Adriano no lugar de Deyverson e tomou um susto logo no começo. Em jogada pelo lado direito do gramado, Pikachu chutou de dentro da área e o experiente Fernando Prass precisou ceder escanteio.

Na metade da etapa complementar, já com Dudu no lugar de Willian, o Palmeiras chegou perto do segundo gol. Zé Rafael carregou da esquerda para o meio e acertou a trave de Fernando Miguel. No rebote, Luiz Adriano tocou pela linha de fundo, com muito perigo.

O Palmeiras marcou o gol da vitória aos 32 minutos, quando Luiz Adriano ganhou a disputa com Danilo Barcelos, limpou a marcação e definiu na saída de Fernando Miguel. O final da partida foi tumultuado pela arbitragem confusa de Rafael Traci, que expulsou o zagueiro Leandro Castan.

FICHA TÉCNICA

VASCO 1 x 2 PALMEIRAS

Data: 06 de novembro de 2019, quarta-feira

Horário: 21h30 (de Brasília)

Local: Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro-RJ

Árbitro: Rafael Traci

Assistentes: Helton Nunes e Henrique Ribeiro

VAR: Heber Roberto Lopes

Cartões amarelos: Henriquez, Felipe Bastos, Bruno César, Rossi, Danilo Barcelos e Marrony (VAS); Deyverson, Matheus Fernandes, Lucas Lima, Zé Rafael (PAL)

Cartão vermelho: Leandro Castan (VAS)

Gols:

VASCO: Mayke, contra (18 minutos do 1º Tempo)

PALMEIRAS: Lucas Lima (11 minutos do 1º Tempo) e Luiz Adriano (32 minutos do 2º Tempo)

VASCO: Fernando Miguel; Yago Pikachu, Henriquez, Leandro Castán e Danilo Barcelos; Marcos Júnior, Raul (Clayton) e Freddy Guarín; Marrony (Felipe Ferreira), Rossi e Bruno César (Tiago Reis). Técnico: Vanderlei Luxemburgo

PALMEIRAS: Fernando Prass; Mayke, Gustavo Gomez, Luan e Victor Luis; Thiago Santos, Matheus Fernandes e Lucas Lima (Raphael Veiga); Willian (Dudu), Zé Rafael e Deyverson (Luiz Adriano). Técnico: Mano Menezes.

 

Foto: Celso Pupo / Foto Arena / Estadão