Pela primeira vez este ano, o Circuito Nelore de Qualidade 2019 acontece no estado de Goiás. A etapa está programada para os dias 13 e 14 de agosto, na unidade da Friboi em Mozarlândia. A iniciativa da Associação dos Criadores de Nelore do Brasil (ACNB), tem apoio da Associação Goiana do Nelore (AGN), Friboi e Matsuda Sementes e Nutrição Animal.

“O Circuito é uma ferramenta extremamente importante para avaliação dos animais, do sistema de produção, do manejo e da genética utilizada pelos pecuaristas”, destaca o gerente executivo da ACNB, André Locateli. “Nas etapas realizadas, fornecemos ao produtor informações detalhadas sobre idade, peso e cobertura de gordura nas carcaças de seus animais, podemos ajudá-lo a produzir o padrão desejado pelo frigorífico, buscando assim, melhor remuneração e propiciando ao consumidor um produto de melhor qualidade.”

A etapa de Mozarlândia deve ser a maior entre as 10 primeiras realizadas este ano, com a avaliação de 1.750 animais.

Para o presidente da AGN, Eurico Velasco, as avaliações de carcaças fornecem importantes dados de eficiência da pecuária, como precocidade e peso. “Temos em Goiás três vezes mais cabeças de gado do que pessoas, o que mostra a força dos pecuaristas e da raça Nelore, a mais encontrada nas nossas fazendas”, afirma.

Circuito Nelore de Qualidade   

Qualquer pecuarista pode participar do Circuito. Para os associados da ACNB, há um diferencial: a oportunidade de abater animais no âmbito do Protocolo Nelore Natural Friboi, que oferece premiações de até R$ 10,50 por arroba, de acordo com as características das carcaças e a habilitação da propriedade.

“A Friboi está muito satisfeita com os resultados conseguidos até o momento. A edição 2019, a primeira com o nosso apoio, caminha para ser a maior da história do Circuito Nelore”, destaca Fábio Dias, diretor de Relacionamento com Pecuarista da Friboi.

O Circuito Nelore de Qualidade volta a Goiás em 1º e 2 de outubro, com etapa em Goiânia (GO). Desde o início do ano, a iniciativa passou por Campo Grande (MS), Pontes e Lacerda (MT), São Miguel do Guaporé (RO), Redenção (PA), Araguaína (TO), Rio Branco (AC), Porto Velho (RO), Colíder (MT) e Araputanga (MT).

Por; Paulo Santos