08/01/2019 – O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), determinou que seja realizada uma auditoria na Folha de Pagamento do mês de dezembro de 2018, em decorrência das informações de que haveria “super remunerações” entre os servidores públicos da ativa.

A auditoria, que será realizada pela Controladoria Geral do Estado, se torna necessária, segundo o governador, para averiguar o que motivou o pagamento desses valores.

Em entrevista à Rádio Centro América FM na manhã desta terça-feira (08), o governador disse que uma análise prévia encontrou na Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), por exemplo, motorista com salário de R$ 15 mil. “E não é motorista de carreta, não. É motorista de Gol, que anda aqui pela cidade”, disse Mauro Mendes.

Segundo ele, há também assistentes de serviços gerais, “que servem cafezinho”, ganhando R$ 13 mil. “São salários quase dez vezes maiores do que se paga para uma pessoa com a mesma função na iniciativa privada”, afirmou.

Além da folha de pagamento dos funcionários da ativa, a auditoria também será ampliada para a folha dos inativos e pensionistas.

O procedimento não irá atrapalhar o pagamento do salário dos servidores púbicos, que receberão as remunerações de acordo com o calendário de escalonamento, já divulgado na última sexta-feira (4). Desde que não seja identificada alguma irregularidade na auditoria.

 Com Assessoria