30/06/2016 –  De espaços alternativos a apresentações em lugares inusitados como a Feira do Porto, a Orquestra Cuiabana de Choro segue empenhada na ampliação de plateia para o gênero. Nesta quinta-feira (30.06) o grupo se apresenta aos devotos da tradicional festa de São Benedito, às 19 horas.

sao benedito festa

O choro é considerado a primeira música popular urbana brasileira e tem como local de efervescência criativa o Rio de Janeiro. No entanto, a dedicação do grupo tem originado um repertório com sotaque cuiabano e novas composições na contemporaneidade. Cada vez mais Cuiabá se rende ao choro e seus ritmos.

De acordo com um dos idealizadores da orquestra, o músico Eduardo Fiorussi, o concerto desta quinta-feira apresenta os resultados do trabalho de pesquisa e de criação do grupo, que nasceu como projeto de extensão universitária no Departamento de Artes da Universidade Federal de Mato Grosso.

“O repertório foi idealizado a partir de composições e arranjos dos integrantes do grupo, sendo que algumas estão mais enraizadas nas tradições da música popular brasileira e outras apresentam novas sonoridades que dialogam com a cultura regional mato-grossense e com as novas tendências da música instrumental”, explica.

O grupo compôs até agora 15 novas peças que se somam ao repertório brasileiro contemporâneo, servindo como um grande estímulo à manutenção de um gênero que integra os quadros da música popular brasileira até os dias de hoje.

Nas peças os derivados do choro são revisitados, dentre os quais figuram o samba, maxixe, valsa, tango brasileiro, polca e baião na rica instrumentação da orquestra que é composta por violões, cavaco, piano, percussão, flauta, saxofones, trompete e trombone.

A Orquestra Cuiabana de Choro tem em sua formação os músicos Andrew Moraes (flauta e clarineta), Augusto César (saxofones), Levi de Barros (trompete), Maycon Alencar (trombone), Rodrigo Cavalcante (piano), Eduardo Fiorussi (violão 7 cordas), Fabrício Monteiro (violão 6 cordas), Patrick Rodrigues (cavaco), Mariana Rampazzo (pandeiro) e Odenil Fernandes (percussão).

O projeto foi contemplado por edital da Secretaria de Cultura, Esportes e Lazer de Cuiabá e tem apoio cultural da Procev, Codex e Departamento de Artes da UFMT.

Serviço:

Concerto Moderna Tradição

Dia 30 de junho, às 19h

Na festa de São Benedito, em Cuiabá

Programa de concerto Moderna Tradição

Choro no 1 (Eduardo Fiorussi) – Arranjo: Eduardo Fiorussi

Num tô falano procê? (Augusto César) -Arranjo: Andrew Moraes

Flamengo (Bonfiglio de Oliveira) – Arranjo: OCC

Salvador (Andrew Moraes) – Arranjo: Andrew Moraes

Joãozinho no choro (Eduardo Fiorussi) – Arranjo: Eduardo Fiorussi

Conversa de jacaré (Eduardo Fiorussi) – Arranjo: Eduardo Fiorussi

Corta jaca (Chiquinha Gonzaga) – Arranjo: OCC

Saudades de Maria (Andrew Moraes) – Arranjo: Andrew Moraes

Ao mestre Marinho 7 Cordas (Andrew Moraes) – Arranjo: Andrew Moraes

Bionne (Chiquinha Gonzaga) – Arranjo: Augusto César

Chorando em Cuiabá (Eduardo Fiorussi) – Arranjo: Andrew Moraes

Tuiuiú (Augusto César) – Arranjo: Augusto César

André no baião (Levi de Barros) – Arranjo: Levi de Barros

Djuca, o Cuiabaninho (Augusto César) – Arranjo: Augusto César