Em uma ação preventiva, os fiscais da Secretaria de Estado de Meio Ambiente retiraram do rio um espinhel que aparentava ter mais de 200 metros de comprimento, na região da praia da Vereda no município de Santo Antônio do Leverger (34 quilômetros de Cuiabá).

As ações são realizadas nas últimas semanas pela equipe de Fiscalização de Fauna da Sema, para prevenir a pescada predatória, retirando dos rios equipamentos como: cervas fixas, armadilhas ilegais, redes, espinheis, boias e tarrafas que poluem o rio. Além disso, as equipes libertam peixes presos nas armadilhas.

“A Sema está fazendo um trabalho intenso de retirada de armadilhas e lixos que se encontram nos rios Cuiabá e Manso, visando mantê-los limpos e possibilitar a reprodução dos peixes. É importante a participação da comunidade ribeirinha e pescadores, sejam eles profissionais ou amadores, de contribuir com a limpeza dos rios, esse grande patrimônio que possuímos”, destaca o coordenador de Fiscalização de Fauna da Sema, Jean Holz.

Esse trabalho preventivo, que retira materiais irregulares dos rios, possibilita a subida dos peixes, diminuindo a pressão de pesca predatória.

Denúncias

A pesca depredatória e outros crimes ambientais podem ser denunciadas por meio da Ouvidoria Setorial da Sema: 0800-65-3838; no site da Sema (www.sema.mt.gov.br), por meio de formulário; ou ainda nas unidades regionais do órgão ambiental.

 

Por; Lucas Gabriel Amorim | Sema-MT