01/11/2018 – O dólar desacelerou a queda e registrou máxima ante o real na manhã desta quinta-feira, 1º de novembro, a R$ 3,7133 (-0,40%), na contramão da ampliação da queda do dólar ante pares principais e moedas emergentes no exterior.

O ajuste pode estar refletindo um movimento de compra de investidor estrangeiro, que estaria se antecipando na ponta compradora por cautela, enquanto os players locais parecem mais confiantes no futuro governo e a reforma da Previdência, avalia o operador José Carlos Amado, da Spinelli Corretora.

Segundo ele, a confirmação do juiz Sérgio Moro para o Ministério da Justiça é bem recebida pelos investidores, mas já era aguardada e não afeta a precificado do dólar.

Estadão Conteúdo/ Foto reprodução