Presidente do MDB em Mato Grosso e, sem sombra de dúvidas, o maior representante do partido no Estado, o deputado federal Carlos Bezerra reconheceu que, na disputa pela Presidência da República, no ano passado, “torceu” para um candidato de outra legenda.

Em entrevista à Rádio Capital FM na quinta-feira (7), Bezerra não revelou seu voto, mas disse que sua torcida foi pela vitória de Ciro Gomes (PDT). O candidato do MDB era o ex-ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

Mais: ao explicar o motivo que o levou a torcer por Ciro Gomes, o deputado mato-grossense ainda fez uma crítica ao ex-presidente Michel Temer (MDB). O contexto disso tudo é o fato de Bezerra acreditar que o maior problema do Brasil é a política econômica, que, segundo ele, só favorece os bancos.

Na avaliação dele, Temer errou ao focar seu governo exclusivamente na reforma da Previdência e o atual presidente, Jair Bolsonaro (PSL), vem cometendo a mesma falha. Bezerra não citou Meirelles, mas disse que só Ciro Gomes “acertou na mosca” nas propostas para melhorar o país.

“Eu disse para o Bolsonaro: se você não fizer isso [mudar a política econômica], seu governo vai ficar igual aos dos outros, patinando. Não pensa que com a reforma da Previdência vai resolver o problema do Brasil, porque o buraco é mais embaixo”, afirmou o parlamentar.

 

Redaçã cuiabahoje

Foto; Reprodução