22/09/2016 – O diretor geral do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso, Felipe Biato, se reuniu nesta quarta-feira (21/09) com representantes do Sindicato dos Bancários para solicitar manutenção de efetivo mínimo de 30% da força de trabalho nas agências bancárias, durante o movimento grevista, a fim de evitar prejuízos à movimentação de recursos de campanha dos candidatos a cargos eleitos nas Eleições 2016.

O presidente do Sindicato dos Bancários, Clodoaldo Barbosa, ressaltou que, desde o início do movimento grevista, a categoria já vem mantendo 30% da força laboral nas agências. E reafirmou seu compromisso em manter este quantitativo enquanto a greve perdurar. Contudo, cabe à direção de cada banco decidir como vai organizar o atendimento nas agências, com o efetivo mínimo de funcionários disponível.

Também participaram da reunião o advogado do Sindicato dos Bancários, Eduardo Alencar; o assessor jurídico do TRE-MT, Leo Monteiro; e o Coordenador de Controle Interno e Auditoria do Tribunal, Daniel Taurines.

A reunião do TRE-MT com o Sindicato dos Bancários ocorreu em resposta à solicitação da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Mato Grosso (OAB/MT), protocolada no Tribunal em 16 de setembro deste ano.

O TRE-MT esclarece aos candidatos que as doações financeiras a candidatos de valor igual ou superior a R$ 1.064 só podem ser realizadas por meio de transferência bancária. E que os pagamentos devem ser feitos por cheques nominais ou transferências eletrônicas entre contas correntes.

O diretor geral do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso, Felipe Biato, se reuniu nesta quarta-feira (21/09) com representantes do Sindicato dos Bancários para solicitar manutenção de efetivo mínimo de 30% da força de trabalho nas agências bancárias, durante o movimento grevista, a fim de evitar prejuízos à movimentação de recursos de campanha dos candidatos a cargos eleitos nas Eleições 2016.

O presidente do Sindicato dos Bancários, Clodoaldo Barbosa, ressaltou que, desde o início do movimento grevista, a categoria já vem mantendo 30% da força laboral nas agências. E reafirmou seu compromisso em manter este quantitativo enquanto a greve perdurar. Contudo, cabe à direção de cada banco decidir como vai organizar o atendimento nas agências, com o efetivo mínimo de funcionários disponível.

Também participaram da reunião o advogado do Sindicato dos Bancários, Eduardo Alencar; o assessor jurídico do TRE-MT, Léo Monteiro; e o Coordenador de Controle Interno e Auditoria do Tribunal, Daniel Taurines.

A reunião do TRE-MT com o Sindicato dos Bancários ocorreu em resposta à solicitação da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Mato Grosso (OAB/MT), protocolada no Tribunal em 16 de setembro deste ano.

O TRE-MT esclarece aos candidatos que as doações financeiras a candidatos de valor igual ou superior a R$ 1.064 só podem ser realizadas por meio de transferência bancária. E que os pagamentos devem ser feitos por cheques nominais ou transferências eletrônicas entre contas correntes.