Antônio Padilha de Carvalho, de 60 anos, teria se recusado a abrir a porta do veículo para um criminoso. A mulher de Antônio estava no carro e presenciou o assassinato.

Um advogado foi executado a tiros dentro de um carro na manhã desta quarta-feira (4) no entre os bairros Pedregal e Jardim Leblon, em Cuiabá.
Segundo a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Antônio Padilha de Carvalho, de 60 anos, teria se recusado a abrir a porta do veículo para um criminoso que o abordou no semáforo.
O suspeito estava a pé e fugiu logo após disparar contra o vidro do motorista.
De acordo com a DHPP, o crime ocorreu na Rua 7 de janeiro. A mulher de Antônio estava no carro e presenciou o assassinato.
Ela ficou em estado de choque e não conseguiu conversar com os policiais civis. A testemunha deve ser ouvida em outra data.

Advogado foi executado a tiros dentro de um carro na manhã desta quarta-feira (4) no entre os bairros Pedregal e Jardim Leblon, em Cuiabá — Foto: Arquivo pessoal

Advogado foi executado a tiros dentro de um carro na manhã desta quarta-feira(4)
Uma testemunha informou que a vítima parou o veículo no semáforo e um homem, que estava a pé, parou ao lado e mandou a vítima abrir a porta do veículo.
O advogado se recusou e o suspeito disparou.
O delegado responsável pelo caso, Marcel Gomes de Oliveira, não descarta nenhuma hipótese sobre o crime. Ainda não é possível afirmar se era uma tentativa de assalto ou execução.
A DHPP procura por circuito das câmeras de segurança na região que poderiam ter registrado o crime. Não há informações se o suspeito levou algum pertence. Fonte; G1MT