05/02/2019 – Um Acordo de Cooperação Técnica firmado entre governo do Estado e prefeitura de Nobres possibilitará a instalação do VoucherTur, um sistema voltado para administração das entradas e saídas dos atrativos turísticos da cidade. O programa foi desenvolvido pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec) e servirá para controlar o fluxo dentro dos espaços, mantendo as regras de preservação ambiental, otimizar a arrecadação dos impostos e ainda obter informações estratégicas sobre o perfil dos visitantes.

Para o prefeito da cidade, Leocir Hanel, o sistema irá contribuir para o crescimento do município, que definiu como principal atividade econômica o turismo. “ Fizemos várias missões em diferentes cidades turísticas e usamos Bonito (MS) como exemplo. Lá, eles atuam com apoio de um sistema e assim, podem construir uma política estratégica de fomento o setor”.
Outra vantagem do sistema vista pelo chefe do executivo municipal é o controle do uso correto dos espaços, já que os órgãos ambientais estipulam uma lotação máxima por atração. Quando este número é desrespeitado, perde o meio ambiente e perde o turista, que fica sem ter condições de apreciar o passeio com o conforto.
A perspectiva da administração é começar a trabalhar com o sistema em 15 dias. O secretário de Turismo e Cultura do município, Daniel Martins da Cruz, explica que todos os operadores de Turismo serão cadastrados e apenas eles terão autorização para emitir o voucher.
No sistema, existe uma quantidade limite no estoque de vagas por atrativo e assim que é dado uma baixa, já é computado os valores destinados aos operadores, donos dos atrativos, guias turísticos e prefeitura.
Será obrigatória a apresentação do voucher para entrar nos locais e fiscais estarão constantemente acompanhando o fluxo para impedir quem queira burlar a regra.
Nobres – Atualmente, Nobres tem 10 atrativos regulamentados e outros 6 prestes a serem liberados. De acordo com informações da prefeitura, há ainda a capacidade de regular outros 16 espaços, o que daria a cidade 32 atrações.
Todas as semanas, 2,1 mil turistas visitam a cidade, mas isto é um número estimado, uma vez que não existe atualmente um método confiável de contagem.
O titular da Sedec, Cesar Miranda, explica que no acordo, o governo ganha com o acesso as informações que são essenciais para o desenvolvimento do setor. Hoje, os dados são vagos e o objetivo do trabalho, desenvolvido pela secretaria-adjunta de Turismo, é conseguir saber a idade média do turista, quantos locais ele vai, a origem dele, se vem com a família ou com amigos, se fica hospedado em Nobres ou em outros municípios, além de outras questões que podem delimitar políticas públicas.
Dentro das metas da secretaria-adjunta está ampliar o uso do sistema para todas as cidades que estejam dentro das 16 regiões turísticas de Mato Grosso, que foram definidas pelo governo Federal.
Por; Caroline Rodrigues | Sedec-MT