Apesar da vitória, o sinal de alerta foi ligado no Luverdense. O time bateu o Mixto por 4 a 3, nesta quinta-feira, e apesar dos três pontos, o treinador pediu mais concentração ao jovem grupo que foi para o intervalo com o placar de 4 a 1. Para ele, esse tipo de jogo é bom para o amadurecimento do grupo e para mostrar que é necessário ficar ligado os 90 minutos de jogo.

– Vamos nos apegar no primeiro tempo. Ali demonstrou o potencial que esse grupo tem. No segundo tempo, foi diferente. Dois dias atrás eu tirei um jogador do treinamento por falta de concentração. Então que isso sirva de lição para nós. Entramos muito desconcentrados no segundo tempo. Levamos gol por falta de atenção – disse Rocha à rádio Atitude.
Para ele, os atletas precisam entender que é necessário cumprir as funções propostas em qualquer situação de jogo.

VEJA A TABELA DO MATO-GROSSENSE

– O atleta precisa entrar compenetrado na função. Se ele vai marcar determinado jogador, tem que grudar nele, ficar em cima. Não adianta achar que vai marcar de longe, que nada vai acontecer. Agora vamos pegar esse jogo, editar os lances e mostrar pra eles. Ensiná-los, apontar os erros. Isso é legal de fazer. Somos insistentes, teimosos e vamos com eles até o fim.
Classificado à segunda fase do estadual e com a liderança isolada do grupo A, o Luverdense volta a campo neste domingo, contra o Poconé, às 18h, no estádio Passo das Emas, pela sétima rodada do Campeonato Mato-Grossense. DO G1MT